Benguela: Polícia regista mais de dois mil crimes em 2015

Policia Nacional de Angola (RNA)

Dois mil e 696 crimes diversos, menos mil e 58 crimes em comparação ao ano de 2014, foram registados no ano de 2015, na província de Benguela, pelo Comando Provincial da Policia Nacional, dos quais resultaram na detenção de 2.330 supostos criminosos.

De acordo com o director do Gabinete de Estudo, Informação e Análise (GEIA) do Comando Provincial da Polícia Nacional, superintendente Vicente Nogueira, que apresentava o balanço anual à Angop, comparativamente ao ano de 2014 houve uma redução de 320 detidos.

Quantos aos crimes cometidos no período de 2015, em que 2.258 foram esclarecidos, referiu que 2.348 são comuns e 348 de natureza económica, dos quais 732 foram contra as pessoas, 1.306 contra propriedade, 87 de ordem e tranquilidade públicas e 223 contra o narcotráfico.

O oficial deu ainda a conhecer que no período em referência constituíram factos preocupantes o registo de 46 homicídios voluntários, sete homicídios preterintencionais e 61 violações sexuais, destas 20 de menores de 12 anos, ocorridos maioritariamente no município de Benguela, com destaque para 46 crimes praticados com uso de arma de fogo.

O director do GEIA acrescentou que, no âmbito da actividade de enfrentamento policial, foram realizadas 953 operações que permitiram a detenção de 1.123 outros cidadãos e desmantelamento de dois grupos de supostos marginais denominados “Beleza” e “Bentosa”.

Foram igualmente apreendidas 815,511 quilogramas de liamba, 199 gramas de droga pesada, 93,49 de cocaína e a destruição de 125 plantas de liamba, bem como a apreensão de 39 armas de fogo, 28 pistolas, 25 carregadores, 143 munições, 14 viaturas, 11 cabeças de gado bovino e nove caprinos.

O superintendente informou, que no âmbito do desarmamento da população civil, através dos comandos municipais e tribunal militar, foram recepcionadas 40 armas de fogo do tipo AKM, duas mini-uzi, uma PKM, quatro armas G-3 igual número de mauser, 36 pistolas diversas, duas Vox-che, 16 carregadores, 13 granadas, 936 munições, um canhão D-30, 31 projecteis diversos, dois dilagramas cinco bolço TNT, duas cápsulas detonantes e um lança granadas.

Os municípios de Benguela e Lobito foram os que mais crimes registaram em 2015, com 588 e 332 respectivamente. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA