Benguela: Balombo precisa de 235 técnicos de saúde

Profissionais de saúde (Foto: cedida a Angop)

O sector da saúde no município do Balombo, nordeste da cidade de Benguela, necessita para o presente ano, de 235 técnicos de saúde, entre médicos, enfermeiros de várias especialidades e técnicos de diagnóstico, afirmou hoje, segunda-feira, o director municipal da saúde, Adriano Cachembe.

Segundo o responsável, que falava à Angop, sem avançar o número de técnicos existentes no sector, para o Hospital Municipal há necessidade de 25 técnicos entre médicos, enfermeiros e técnicos de diagnóstico e os restantes serão distribuídos pelos oito centros e dois postos de saúde da periferia, com a perspectiva de melhorar a oferta dos serviços de saúde às populações do município.

Acrescentou que em 2015, o sector enfrentou dificuldades, principalmente nos centros de saúde com salas de partos onde, por exiguidade de recursos humanos apenas funcionaram entre quatro a cinco técnicos especializados. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA