Basquetebol: Presidente da FAB reconhece qualidades nos atletas sub-16

Presidente da Federação Angolana de basquetebol - Paulo Madeira (Foto: Pedro Parente)

O presidente da Federação Angolana de Basquetebol, Paulo Madeira, afirmou hoje, no Lubango, Huíla, existirem qualidades técnicas e morfológicas de alguns jogadores de sub-16 que futuramente poderão engrossar as selecções nacionais.

Falando à imprensa, no final dos campeonatos nacionais de basquetebol de sub-16, em ambos sexos, vencido pelo ASA (masculino) e Inter de Benguela (femininos), disse existir futuro nestes jogadores, pois há trabalho técnico e morfológico e é isto que a federação pretende para as selecções nacionais.

“Tenho acompanhado as pré-selecções de sub-16, por isso, vemos futuro, principalmente ‘diamantes por lapidar’. Nota-se haver jovens com muito potencial, com envergadura e qualidades morfológicas para a prática do basquetebol”, realçou.

Explicou que grande parte dos jogadores que participaram nestes campeonatos vão jogar a dupla categoria nos sub-18, no Nacional que começa dia 20 em Benguela. São estes atletas que poderão representar as selecções destes escalões.

Relativamente ao sector feminino, o dirigente disse ser preocupação da federação, pois ainda existe uma “grande” debilidade e desníveis em termos competitivos, em função do número reduzido de equipas. Por isso, são necessários mais incentivos por parte dos clubes.

Estiveram no campeonato nacional de basquetebol 13 equipas, das 21 previstas.

Em masculinos participaram 1º de Agosto, 1º de Maio de Benguela, Sporting de Benguela, ASA, Vila Clotilde, Desportivo da Huíla e Heja Sport Clube da Huíla. Nos femininos, estiveram no Lubango o 1º de Agosto, Inter de Benguela, Benfica do Lubango, Formigas do Cazenga, Interclube e o Sporting de Benguela. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA