Assinado memorando sobre tráfico de marfim

Momento da assinatura do acordo (Foto: Alberto Julião)

Um memorando de assistência técnica e financeira para o combate ao tráfico de marfim de elefante e de outras espécies em vias de extinção foi rubricado hoje (quinta-feira), em Luanda.

O memorando, que foi assinado pela ministra do Ambiente, Fátima Jardim, e o presidente da ONG britânica “Stop Ivoiry”, Alexander Rhodes, firma uma parceria na luta contra o comércio ilegal do marfim, que tem se tornou numa questão internacional.

De acordo Fátima Jardim, este memorando é importante para coibir o tráfico de marfim e outras situações que envolvem o branqueamento de capitais.

A ministra disse tratar-se de uma parceria privilegiada, tanto no campo sectorial, como no global, porque pretendem acabar com a caça furtiva em Angola e o comércio ilegal do marfim.

Para o presidente da ONG Stop Ivoiry, Alexander Rhodes, este assunto não pertence apenas a África, entrou para agenda da polícia internacional e até países como os Estados Unidos da América se debatem com ele.

Alexander Rhodes disse Angola tem sido um dos países visado nesta vertente, visto que a sua biodiversidade e ecossistema.

A parceria para o memorando surgiu a quando da participação de Angola na Conferência de Londres sobre o Comércio Ilegal da Vida Selvagem, criada pelo governo britânico. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA