Angola vai manter presidência dos Grandes Lagos – Embaixador Espírito Santo

Director para África e Médio Oriente do Ministério das Relações Exteriores, Joaquim do Espírito Santo (Foto: Pedro Parente)

A República de Angola deverá ser reconduzida à presidência da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL) por mais dois anos, com a retirada da candidatura do Quénia, anunciou à rádio nacional o director para África e Médio Oriente do Ministério das Relações Exteriores, Joaquim do Espírito Santo.

O diplomata explicou que o Quénia, que assumiria a presidência rotativa a partir deste mês, acabou por retirar a candidatura, favorecendo a continuidade de Angola na liderança da CIRGL.

Segundo o diplomata, a maioria dos países da região têm manifestado o interesse na continuidade de Angola no cargo.

Joaquim do Espírito Santo considera que a recondução angolana traduz o reconhecimento pela forma como tem condizido os destinos da organização, formada por Angola, Burundi, Congo, Quénia, RCA, RDC, Rwanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia, Uganda e Zâmbia.

Na semana passada o ministro angolano da Relações Exteriores, Georges Chikoti, anunciou para Fevereiro a realização, em Luanda, da próxima Cimeira dos Chefes de Estado e de Governos da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos, que deverá analisar o mandato de Angola e debater a sua continuidade na direcção da organização.

Georges Chikoti disse que o fórum vai tratar também de questões ligadas aos conflitos que afectam a região, nomeadamente o Sudão do Sul, Burundi, RCA e RD Congo, e eleger o novo secretário-executivo e respectivo adjunto. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA