Aldeia da Idade do Bronze descoberta no Reino Unido (vídeo)

(EURONEWS)

Há cerca de três mil anos havia casas redondas em madeira, em Cambridge, no Reino Unido.

Mas, devido a um incêndio, os edifícios desmoronaram e ficaram cobertos pelas águas do rio. O barro permitiu preservar vários objetos do final da idade do bronze, na Grã-Bretanha.

Os investigadores encontraram vasos, com restos de comida, ossos de animais e tecidos.

“É surpreendente e incrível estar aqui ao lado desta casa circular intacta da idade do bronze que ainda tem um telhado no topo. Era a casa de uma pessoa há três mil anos”, disse o arqueólogo Mark Knight.

“Encontrámos 19 vasos inteiros, o que fascinou os arqueólogos.Mas, o aspeto mais impressionante é haver restos de comida. São restos destruídos no momento do incêndio na aldeia. É um fenómeno muito raro, tanto na Grã-Bretanha como na Europa”, sublinhou o arqueólogo britânico Chris Wakefield.

Tudo leva a crer que os habitantes abandonaram as casas de forma precipitada.

“A analogia mais justa é Pompeia onde uma catástrofe levou as pessoas a fugirem de forma precipitada, deixando para trás a loiça. Algumas pessoas não sobreviveram. Neste caso, ainda não sabemos bem o que se passou mais encontrámos vestígios de corpos durante as escavações”, afirmou o investigador britânico Duncan Wilson.

Os investigadores aguardam as análises de um especialista em incêndios para saber se a catástrofe foi intencional ou um acidente. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA