A Resistência na Síria desmente as mentiras e propagandas sobre a cidade de Madaya nos arredores de Damasco

(Oriente Midia)

As informações sobre as propagandas e às condições humanitárias em Madaya , cidade localizada nos arredores de Damasco, tem como objectivo atacar a Resistência síria. Fontes bem informadas relataram para Al Manar que os grupos terroristas são os únicos responsáveis pela fome na cidade.

As fontes acrescentaram que esta propaganda que falsamente afirma que o Exercito sírio e a Resistência Islâmica são os responsáveis pela deterioração das condições humanitárias em Madaya, não tomaram a mesma atitude para com o cerco dos terroristas imposta às cidades de Nubbul, al-Zahraa, Kafraya e al -Foaa.

Observaram ainda que o Exercito e governo da Síria cumpriu o acordo Zabadani, e dezenas de camiões que possuem ajudas humanitárias estão programados para serem enviados para a cidade em Janeiro e que dezenas de camiões que transportam medicamentos, alimentos e gado para o abate, e que atendam às necessidades dos habitantes locais durante meses, foram enviados para Madaya, porém estes camiões foram confiscados pelos   grupos terroristas que os vendeu aos habitantes.

Quando a batalha em Zabadani se intensificou, os terroristas mantinham os moradores de Madaya como escudos humanos e realizaram a sua execução usando-os durante as operações contra os soldados do exército sírio em seus postos de controle que circundam a cidade, de acordo com as mesmas fontes.

A pressão externa dos países que financiam o terrorismo na Síria, sobre os grupos terroristas os está impedindo da conclusão de um acordo que permita que 300 dos 600 militantes possam sair da cidade, assinalam as fontes.

“A maioria dos 30.000 moradores de Madaya estão a tentar sair da cidade, mas os terroristas os estão a impedir.”

Estas propagandas nunca serão capazes de explorar politicamente a agonia dos civis em Madaya, afirmaram as fontes.

O porta-voz da Comunidade Internacional da Cruz Vermelha (CCIR) também refutou a propaganda que tem como alvo a Resistência Síria na cidade de Madaya. (Oriente Midia)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA