Uíge: Governo perspectiva acções para 2016

Paulo Pombolo, governador da província do Uíge (Foto: Angop)

O governo provincial do Uíge, liderado por Paulo Pombolo, perspectivou segunda-feira, nesta cidade, as acções a serem implementadas no exercício de 2016, de acordo com o Orçamento Geral de Estado.

Falando durante a IV Sessão Ordinária do governo provincial, decorrida na sala de reuniões, o governador Paulo Pombolo aproveitou a ocasião para avaliar o desempenho das acções realizadas em 2015, nos variados sectores, com destaque para o estado da justiça na província: sucessos e insucessos.

Segundo ele, no próximo ano, o sector da educação contará com ingresso de mais de 15 mil crianças do ensino primário ao secundário, e três mil estudantes para o ensino superior, daí que a maior preocupação seja a conclusão das obras de escolas que se encontram em construção a nível dos municípios, fundamentalmente no sede, que corresponde a 40 por cento do número de alunos.

Por outro lado, Paulo Pombolo passou em detalhe para o próximo ano as possibilidades de se concluir em 2016 as 15 escolas de 24 salas de aulas cada, para o primeiro e segundo ciclo do ensino secundário, bem como das 10 escolas nas áreas que fazem fronteira com a RDC.

Esclareceu, igualmente, a realização dos esforços juntos dos departamentos ministeriais responsáveis para alguns projectos estruturantes a nível da província e, que possam continuar com as obras das estradas que ligam a capital da província com os municípios de Songo, Bembe, Buengas e Cangola, com a finalidade de ajudar a livre circulação de pessoas e bens.

Para o sector da saúde, salientou que a prioridade será na conclusão dos hospitais municipais do Bembe e Cangola, assim como a construção de outros nos municípios de Ambuila e Milunga.

A IV Sessão Ordinária do governo contou com a presença dos administradores municipais, directores provinciais e outros membros do governo local. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA