Turquia anuncia retirada das suas tropas do Iraque

A Turquia anunciou hoje que “continuará” a retirar as suas tropas do Iraque, um dia após Barack Obama ter sugerido essa medida em conversa telefónica com o Presidente turco.

A Turquia anunciou hoje que “continuará” a retirar as suas tropas do Iraque, um dia após o Presidente norte-americano, Barack Obama, ter sugerido essa medida em conversa telefónica com o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

“A Turquia vai continuar o processo já iniciado para a retirada das suas tropas estacionadas na província de Mossul (norte do Iraque)”, indicou em comunicado o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

 Na conversa com o Presidente turco, Obama insistiu na necessidade de Ancara “respeitar a soberania e integridade territorial do Iraque”, segundo um comunicado divulgado pela Casa Branca.

O Presidente dos Estados Unidos saudou também o “contributo” de Ancara para a coligação militar que combate o grupo extremista Estado Islâmico.

Na terça-feira, o Iraque reclamou “uma retirada completa” das forças turcas do seu território.

Há cerca de dez dias, a Turquia destacou entre 150 e 300 soldados e cerca de 20 veículos blindados para o campo de Bachiqa, no norte do país, mas, na segunda-feira passada, responsáveis dos dois países já tinham assinalado uma retirada parcial destes militares.

Ancara afirmou que se tratava de um reforço para garantir proteção aos conselheiros militares turcos que estão a treinar combatentes iraquianos na luta contra o grupo extremista, mas Bagdad considerou que era uma incursão ilegal.

No comunicado divulgado hoje, o Governo turco admite “falta de comunicação” com Bagdad sobre este assunto e garante que “continuará a coordenar com o governo iraquiano o seu contributo militar neste país” na luta contra o Estado Islâmico. (OBSERVADOR)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA