Sonangol e ENI firmam acordo para optimização de refinarias

(REUTERS/Siphiwe Sibeko)

Um acordo de compromisso, que deverá resultar na actualização das plantas das refinarias de Luanda e do Lobito (Benguela), foi firmado, recentemente, pelos presidentes do Conselho de Administração da Sonangol E.P, Francisco de Lemos José Maria, e da Comissão Executiva (CEO) da petrolífera italiana ENI, Cláudio Descalzi.

Segundo uma nota de imprensa da Sonangol entregue à Angop, em Luanda, o acordo consagra também a optimização e consequente aumento do potencial da refinaria de Luanda, para o aumento da sua capacidade de refinação e consequente redução das quantidades de refinados a importar.

O acto permitiu igualmente chegar-se a acordo em relação aos instrumentos necessários ao aumento do investimento no sector, com particular destaque para o bloco 15/06, onde a ENI realiza actividades de desenvolvimento.

A reunião abordou ainda o andamento da avaliação contínua dos recursos de gás na bacia do baixo Congo, que poderá resultar na produção de energia para o mercado interno, o apoio à economia e aos projectos agrícolas no âmbito da diversificação da economia nacional.

De realçar que os compromissos ora firmados selam uma série de contactos e acordos iniciados em Novembro último em Roma, Itália. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA