Ricardo Lemvo anima noite de Ano Novo no Clube Kalandula, em Benfica

Ricardo Lemvo, participa na festa do novo ano em Luanda (Foto: D.R.)

Chega hoje a Luanda, o cantor angolano Ricardo Lemvo, a convite do Clube Kalandula, para abrilhantar o baile de final de ano, que terá lugar no recinto de eventos daquela instituição.

Ao contrário do previsto, o famoso artista não se faz acompanhar da sua banda, Makina Loca, o que tornará o espectáculo em algo mais intimista, com recurso ao Play-back..

O cantor diz compreender o contexto de crise que se vive em Angola e só as mensagens enviadas pelos seus fãs o levaram a aceitar o convite para cantar, sem a sua banda de eleição, em Angola.

Em declarações ao Portal de Angola, a partir de Los Angeles, onde vive, Ricardo Lemvo disse estar a preparar um novo álbum que inclui a canção “MBaco ka vale”, do lendário conjunto “Os Kiezos”, em versão salsa, prevendo a sua conclusão e lançamento no decurso de 2016.

O álbum ainda sem nome conta com três canções da autoria do radialista e compositor Adão Filipe, que se estreou no CD anterior com o tema dikulussu.

Durante a sua presença em Luanda, Ricardo Lemvo tenciona recolher mais participações para o novo registo fonográfico, prometendo navegar nas harmonias da kizomba, com alguns nomes, que não quis revelar por enquanto, à excepção de Kiaku Kyadaffi, que tem presença assegurada no álbum.

O seu último CD é um comprovado sucesso em África onde recebe as melhores considerações da crítica especializada, valorizando deste modo, a estratégia do artista que, a partir de Los Angeles tem divulgado os ritmos de África e de Angola, em particular, onde emergem as suas raízes genealógicas.

Personagem associado ao projecto de elevação da cidade de MBanza Congo a património da Humanidade, Ricardo Lemvo tem igualmente servido de porta estandarte das novas correntes musicais do país, entoando temas conhecidos do musichall angolano, em versões latino-americanas, contribuindo desta forma, para a divulgação da marca Angola pelo resto do mundo.

Na sua discografia pontificam canções de conhecidos autores angolanos, desde Carlos Lamartine, a duetos com jovens de estirpe como Caló Pascoal e outros.(Portal de Angola).

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA