Retoma do petróleo ofusca preocupações com o crescimento e anima Wall Street

(Negocios)

As principais bolsas norte-americanas fecharam em alta, sustentadas pela inversão na tendência do crude, que passou esta segunda-feira de fortes quedas a ganhos. A valorização nos títulos da energia ofuscou a turbulência nos mercados do crédito e as preocupações com o crescimento económico.

O Dow Jones encerrou a sessão desta segunda-feira a somar 0,60% para 17.368,50 pontos, e o Standard & Poor’s 500 avançou 0,5% para 2.022,08 pontos.

O índice tecnológico Nasdaq Composite, por seu turno, valorizou 0,38% para 4.952,23 pontos.

Os títulos ligados à energia subiram, animados pela recuperação, a meio do dia, das cotações do petróleo – que chegaram hoje a novos mínimos desde 2009.

Este bom desempenho na energia acabou por influenciar mais o sentimento dos investidores do que os receios em torno das recentes quedas das matérias-primas e as preocupações quanto ao crescimento económico dos EUA numa altura em que o mercado está de olhos postos na reunião da Reserva Federal norte-americana, nos dias 15 e 16 de Dezembro, para saber a sua decisão de política monetária – com os operadores inquiridos pela Bloomberg a apontarem para uma probabilidade média de 78% de a Fed iniciar a subida dos juros já este mês.

“Neste momento, o foco está nos dados macroeconómicos, na Reserva Federal e nos preços das matérias-primas”, comentou à Bloomberg um gestor de fundos da Pioneer Investment Management, John Carey. (Jornaldenegocios)

por Carla Pedro

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA