Responsáveis de instituições garantem condições propícias para quadra festiva

Governo da Província de Luanda (GPL) (GPL.GOV)

Os responsáveis dos vários órgãos ligados ao Governo Provincial de Luanda (GPL) garantiram quarta-feira, ao gestor da província, Graciano Domingos, o redobrar de esforços no sentido dos citadinos passaram uma quadra festiva sem grandes constrangimentos.

Em declarações à imprensa, no final do encontro que decorreu no Salão do Nobre do (GPL), o porta-voz do organismo, Sebastião José, informou que em relação ao fornecimento de energia electrica, a Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE), garantiu que tudo será feito para que haja o mínimo de constrangimentos no fornecimento de energia eléctrica.

Segundo o responsável, algumas estações eléctricas estão a ser recuperadas para o reforço do abastecimento do produto, durante a quadra festiva.

Em relação ao uso abuso das áreas balneares, como a Ilha do Cabo e do Mussulo, por parte de alguns citadinos, deu a conhecer que haverá medidas policiais e de fiscalização rígidas, para os cidadãos que se movimentarem em tais espaços com meios não apropriados (como geradores e outros utensílios ligados a cozinha).

Adiantou, que o Governador da Província orientou no sentido de haver desencorajamento de tais práticas, para que os locais (áreas balneares) não tenham o uso inapropriado.

Para os organizadores de festas, o gestor de Luanda, igualmente, orientou os seus colaboradores, para que as autoridades municipais trabalhem com os mesmos, no sentido de haver eventos, mas devidamente autorizados, dentro das normas estabelecidas.

No capítulo do asseguramento, Sebastião José, afirmou que receberam do comandante provincial da Polícia Nacional (PN) garantias que todas às medidas policiais estão a ser coordenadas para que a quadra festiva seja tranquila nas comunidades.

Com uma população estimada em mais de seis milhões de habitantes, fazem parte da província de Luanda os municípios de Luanda, Cazenga, Cacuaco, Viana, Belas, Icolo e Bengo e Quiçama. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA