Rádio Ecclesia paga salários depois de mais de três meses

(AP)

A Rádio Ecclesia, da Igreja Católica em Angola, pagou nesta quarta-feira os salários aos trabalhadores em Luanda, que há três meses não recebiam os seus vencimentos.

Nas províncias, o atraso chegou a cinco meses.

A notícia chegou a dois dias do Natal depois de os trabalhadores terem iniciado a recolha de assinaturas em várias dioceses e arquidioceses com o objectivo de enviarem uma carta ao papa Francisco a explicar a sua situação.

Como se pode ler no documento a que a VOA teve acesso, os trabalhadores querem o regresso dos doadores da rádio, em vez de ficar dependendo do subsídio do Governo.

Antes, associações da sociedade civil, designadamente o Amplo Movimento de Cidadãos, Associação Mãos Livres, Open Society e a Associação, Justiça, Paz e Democracia, criaram um movimento para ajudar a Ecclesia.

O comunicado divulgado diz que face à crise financeira internacional e que afecta a maioria dos sectores económicos e sociais, em Angola, tendo tomado conhecimento da situação em que se encontram, os jornalistas e demais trabalhadores da Rádio Ecclesia – Emissora Católica de Angola, que estão há mais de três meses sem receber os seus salários e benefícios, as associações juntam-se à iniciativa do jornalista William Tonet, lançando, em conjunto, uma campanha de solidariedade humanista e cristã com os profissionais da Rádio Ecclesia.

A Voz da América tentou falar com a direcção e profissionais da jornalista mas sem sucesso. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA