Prévia da inflação fica em 10,71% em 2015, a maior taxa desde 2002

Alimentação e bebidas teve alta de 2,02% em Dezembro. Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS
No ano, índice em Porto Alegre (Rio Grande do Sul), um dos Estados mais desenvolvidos do Brasil, regista um avanço de 14,21%, o maior entre as capitais do país. A prévia da inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), registou alta de 1,18% em Dezembro, após subir 0,85% em Novembro, divulgou na manhã desta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o resultado, o IPCA-15 acumula avanço de 10,71% em 2015, o maior desde 2002, quando atingiu 11,99%.

A taxa geral de 1,18% também foi a maior para Dezembro desde 2002, quando ficou em 3,05%. Os grupos de alimentação e bebidas, com alta de 2,02%, e transportes, com aumento de 1,76%, apresentaram os mais elevados resultados da pesquisa.

Em Dezembro de 2014, o índice ficou em 0,79%, encerrando o ano em 6,46%. (Jornal ZERO HORA)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA