Polícia angolana detém dois activistas em frente ao Tribunal Provincial de Luanda

(DR)

A polícia angolana deteve os activistas Adolfo Campos e Rosa Conde quando se encontravam em frente ao Tribunal Provincial de Luanda a aguardar a entrega dos mandados de prisão domiciliária dos 15 reús que estão a ser julgados por crime de rebelião e de actos preparatórios de golpe de Estado.

A polícia não se pronunciou sobre as prisões, mas foram libertados mais tarde depois da intervenção do advogado David Mendes.

Recorde-se que Rosa Conde está a ser julgada juntamente com os 15 revús e e Luarinda Gouveia.

A VOA sabe que o activista Samuel dos Santos também está detido.

Os 15 réus que a partir de hoje estarão em prisão domiciliária receberam os respectivos mandados no tribunal às 11 horas e deslocaram-se depois ao Hospital-Prisão de São Paulo para tomarem os seus pertences. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA