Parlamentares querem aplicação dos acordos

Novo Parlamento (radioemi.com)

Os secretários-gerais das Assembleias Nacionais de Angola e de São Tomé e Príncipe assinaram ontem, em Luanda, um relatório para aplicação do acordo de cooperação rubricado há um ano e manifestaram o desejo de defender posições comuns para uma cooperação mais activa.

Na cerimónia, o  secretário-geral da Assembleias Nacional de Angola, Pedro Agostinho de Neri, e de São Tomé e Príncipe, Domingos da Trindade Boa Morte, defenderam o investimento em tecnologias de informação e comunicação, redução dos custos de funcionamento e informação mais fluída entre as duas instituições.

Nas suas intervenções, Pedro de Neri e Domingos Boa Morte apontaram como desafios a melhoria dos serviços de apoio aos deputados, enquanto  representantes dos seus povos. O secretário-geral do Parlamento são-tomense defendeu o investimento na construção de gabinetes parlamentares provinciais por círculo eleitoral.

O acordo rubricado em 2014 para um período de dois anos prevê a troca de experiências entre os funcionários das Assembleias Nacionais nos domínios de apoio parlamentar, comunicação institucional e tecnologias de informação e comunicação. O compromisso é extensivo às áreas de protocolo, relações internacionais, recursos humanos, formação de quadros e estágios.

A Assembleia Nacional tem cooperado com congéneres de vários países. Na semana passada, o Presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, recebeu do embaixador  da Sérvia em Angola, Dragan Markovic, um convite para uma visita oficial à Sérvia. Dragan Markovic disse que o objectivo da visita é o reforço das relações parlamentares e de amizade entre os dois países.

O embaixador  sérvio defendeu o reforço da cooperação parlamentar com Angola e a troca de experiência em outras áreas. Para o diplomata, a visita do líder do Parlamento angolano à Sérvia vai dar um impulso na cooperação futura entre Angola e Sérvia.

Dragan Markovic considerou as relações inter-parlamentares importantes para a cooperação bilateral. O diplomata sérvio informou, no entanto, que a Sérvia também pretende desenvolver a cooperar com Angola na área económica e no sector da agricultura. A Sérvia pretende  partilhar a sua experiência com Angola na área da saúde, educação, cultura e desporto, numa altura em que os dois países já cooperam no sector da defesa.

No mesmo dia, o Presidente da Assembleia Nacional recebeu  o embaixador do Mali, Diamou Keita, com quem abordou as relações entre os  Parlamentos dos dois países. Diamou Keita, que apresentou as suas cartas credenciais em Setembro último, informou que Fernando da Piedade Dias dos Santos reiterou a disponibilidade do Parlamento angolano reforçar as suas relações com o órgão legislativo maliano. (Jornaldeangola)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA