Luanda: Munícipes da Ingombota preparam com requinte despedida de fim-de-ano

(DR)

Com uma variedade de publicidade exótica e anúncios de festas inusitadas, os munícipes do distrito urbano da Ingombota, em Luanda, preparam com minúcia e requinte os bailes para a passagem de ano.

Em ronda efectuada na localidade, a Angop constatou que os organizadores de eventos do distrito oferecem vários serviços, através de anúncios nos jornais e spots publicitários na televisão e rádio, com realce para as festas nas casas nocturnas, salões de bailes, hotéis e restaurantes da Ilha do Cabo.

Os preços por casal variam de dez a 70 mil kwanzas. Existem festas com duração de 24 a 48 horas.

As festas familiares e de vizinhos organizados para “sentada”, também se apresentam como atractivo, de forma a mudar a rotina do réveillon mais badalado da cidade.

Quanto as promotoras, estas não poupam esforços na persuasão dos cidadãos, que por sua vez, no meio a uma forte agitação, também procuram o traje, de preferência branco, para a passagem de ano.

No âmbito das festividades, o porta-voz do comando provincial da Polícia Nacional, inspector chefe Mateus Rodrigues, garantiu tranquilidade, mas adverte que os promotores de festa que realizarem actividades sem autorização das autoridades administrativas serão punidos e impedidos de realizar os seus eventos, para além do pagamento de multas no âmbito da Lei-quadro das Transgressões Administrativas.

Informou que estão formadas equipas conjuntas, efectivos da corporação, cultura e fiscalização, que tem como missão controlar as festas que estiverem a causar poluição sonora e outros constrangimentos na municipalidade.

O oficial recordou que estão proibidas a colocação de luzes projectadas para o céu, pois podem atrapalhar a navegação área, e quem for detectado com este procedimento será punido. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA