Líderes cipriotas lançam mensagem conjunta de paz

(AFP)

Os líderes cipriotas grego e turco publicaram uma mensagem conjunta em vídeo, na qual, cada um expressando-se no idioma do outro, pediam que 2016 seja o ano da reunificação do Chipre.

Na mensagem, difundida na tarde desta quinta-feira e postada no YouTube, o presidente da República de Chipre, Nicos Anastasiades e o dirigente cipriota turco, Mustafa Akinci, mostraram o desejo da ilha mediterrânea, dividida há 41 anos, seja reunificada no ano que se aproxima.

“Espero que o Ano Novo nos permita viver como antes, em paz, em um país reunificado”, declarou Anastasiades, falando publicamente em turco pela primeira vez.

Já Akinci afirmou em grego: “Espero que o ano novo traga uma paz duradoura e serenidade e prosperidade a todos os cipriotas”.

Chipre está dividida desde a invasão da parte norte pelas forças turcas em 1974, em resposta a um golpe de Estado nacionalista que pretendia anexar a ilha à Grécia.

A República Turca do Norte do Chipre (RTCN) só tem o reconhecimento internacional da Turquia.

A esperança de alcançar um acordo tem aumentado desde que Nicos Anastasiades e Mustafa Akinci retomaram, em maio, diálogos de paz sob os auspícios da ONU, pouco após a eleição do dirigente turco-cipriota.

Os pontos pendentes abordam questões difíceis, como certos acertos territoriais, a divisão do poder e os direitos à propriedade.

Os diálogos de paz prosseguirão nas próximas reuniões, previstas para 7, 14 e 29 de Janeiro, com o objectivo de se chegar a um acordo “o quanto antes”. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA