Líder norte-coreano: Pyongyang tem bomba de hidrogénio

(REUTERS/ KCNA)

A Coreia de Norte possui uma bomba de hidrogénio que o país pode activar para a defesa da sua soberania, disse na quinta-feira (10) o líder desse país, Kim Jong-un.

“O país conseguiu tornar-se uma potência nuclear grande, pronta a activar as bombas atómica e de hidrogénio de fabrico próprio com a finalidade de defender solidamente a sua soberania e dignidade nacional”, cita as palavras do líder coreano Agência Central de Notícias da Coreia.

Kim Jong-un afirmou que Pyongyang está pronta para continuar a desenvolver activamente a sua indústria militar para que “nenhum inimigo se atreva a provocar o país”.

Até agora não foi confirmado que o país tivesse, de fato, projectado e criado uma bomba de hidrogénio.

Em 2003, Pyongyang retirou-se do Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP), um acordo que visava impedir a propagação do fabrico de armas nucleares e possível utilização. Após a retirada de Pyongyang, o chamado Diálogo a Seis foi lançado para aliviar a ameaça representada pelo programa de armas nucleares da Coreia do Norte através de negociações envolvendo a Rússia, China, Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão.

Em 2005, a Coreia do Norte se declarou uma potência nuclear e em seguida realizou uma série de testes com armas nucleares, o que provocou preocupação na comunidade internacional. Quase quatro anos depois, Pyongyang testou armas nucleares adicionais e, sem aviso, saiu do Diálogo a Seis.

Os dados oficiais sobre o programa nuclear do país não são publicados, e só é possível saber pormenores do assunto através de observações externas e relatórios feitos pelas autoridades norte-coreanas. (SPUTNIKNEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA