Kerry acusa Rússia de bombardear oposição síria em encontro com Putin

(REUTERS)

O secretário de Estado norte-americano John Kerry, acusou hoje a Rússia de bombardear a oposição moderada síria e insistiu no afastamento do Presidente da Síria, Bashar al-Assad, durante um encontro em Moscovo com o chefe de Estado russo, Vladimir Putin.

“Falámos da nossa preocupação de que alguns bombardeamentos por parte da Rússia [na Síria] são dirigidos contra a oposição moderada e não contra o (grupo extremista) Estado Islâmico. Devo dizer que Putin tomou nota”, disse Kerry, citado pela imprensa local.

“Também dissemos que não cremos que Assad tenha a possibilidade de ser no futuro um líder da Síria”, acrescentou.

Já o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, revelou que a Rússia e os Estados Unidos não conseguiram chegar a acordo sobre a lista dos grupos de opositores sírios que devem participar no diálogo político com o regime de Assad, nem a lista de organizações terroristas.

O ministro russo assegurou ainda que as duas partes concordaram em promover na sexta-feira uma reunião ministerial em Nova Iorque, no âmbito dos esforços diplomáticos para a resolução do conflito. (Noticiasaominuto)

por Lusa

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA