Invista no melhor MBA

(Foto: D.R.)

Muitos executivos de topo investem num MBA para aumentarem a sua formação e para estabelecerem contactos importantes. Porém, é preciso saber escolher as melhores universidades

A escola de negócios de Stanford é – entre as melhores dos EUA segundo o ranking 2015 da Forbes – a mais difícil de entrar: apenas 7% dos candidatos que tentam conseguem. A nota média é de 730 no GMAT (Graduate Management Admission Test), o exame mais utilizado nos processos de admissão dos programas de MBA internacionais.

Com o mesmo nível de exigência, Harvard aceita apenas 12% dos inscritos na selecção e é ainda mais cara do que Stanford: 139 mil dólares de mensalidade anual. Em Stanford, os custos anuais é de 126 mil dólares.

Segundo a Forbes, estudar numa das melhores escolas dos Estados Unidos não sai por menos de 95 mil dólares por ano e ainda exige uma nota no GMAT, pelo menos, maior do que 700.

Professores de renome no mundo da educação executiva, diversidade de cursos, a qualidade académica dos alunos, o amplo campus e o sucesso incontestável dos ex-alunos no mundo dos negócios são algumas das razões apontadas pelo site Poets & Quants para explicar o êxito da Harvard Business School no ranking de escolas de negócios dos Estados Unidos. Mas não é só nos EUA que há bons cursos.

O curso de MBA executivo da espanhola IE Business School, sediada em Madrid, foi considerado o melhor do mundo em 2015 pela revista britânica ‘ e Economist’.

Destaca-se ainda, no mesmo ranking, em segundo lugar, a formação da University of Oxford – Saïd Business School, em Inglaterra. Ainda na Europa, em oitavo lugar surge a European School of Management and Technology – ESMT Berlin, na Alemanha.

A Porto Business School está, pelo quarto ano consecutivo, entre as melhores escolas de negócios europeias, de acordo com o Financial Times European Business Schools Rankings 2015. Das 85 escolas de negócios seleccionadas pelo jornal britânico, a Porto Business School encontra-se em 62.º, tendo sido destacada na área da Formação para Executivos. Foi ainda considera a 31ª melhor da Europa no segmento de formação aberta.

A Católica Lisbon School of Business and Economics volta a estar no topo das portuguesas, alcançando o 26.º lugar do ranking (empatada com a faculdade de Estocolmo), seguida pela Nova School of Business and Economics, na 28.ª posição.

Um dos fatores que colocam a Católica e a Nova posicionadas entre as melhores da Europa é o MBA que as duas faculdades promovem em conjunto, o Lisbon MBA. O programa é considerado o 13.º melhor da lista, garantindo um salário médio anual superior a 122 mil dólares. No topo da lista, pelo segundo ano consecutivo, está a London Business School. A HEC Paris e a Insead, ambas em França, fecham o top3.

O curso de MBA executivo da espanhola IE Business School, sediada em Madrid, foi considerado o melhor do mundo em 2015 pela revista britânica ‘ e Economist’.

Segundo a Forbes  estudar numa das melhores escolas dos Estados Unidos não sai por menos de 95 mil dólares por ano e ainda exige uma nota no GMAT, pelo menos, maior do que 700. (semanarioeconomico)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA