Huíla: OMA reafirma engajamento das famílias no resgate dos valores morais

Organização de Mulheres Angolana (OMA) (Foto: Angop)

A Organização feminina do MPLA, OMA, reafirmou, no município de Chicomba, o seu compromisso e engajamento na sensibilização das famílias angolanas, no sentido do resgate da estrutura de valores cívicos, morais e culturais, visando proporcionar aos angolanos uma convivência pura e saudável.

Em declarações à Angop, à margem dos 59 anos da fundação do MPLA, a responsável disse que nesta acção está a solução para a maior parte dos problemas de que enferma a nossa sociedade, pois só assim teremos famílias íntegras, unidas, responsáveis e contribuintes para o desenvolvimento de Angola.

“Um dos grandes desafios da nossa organização é de continuar a combater a violência e o analfabetismo, gravidez e casamento precoces e outros males que levam a que muitos de nós nos desviemos do foco que nos levará para o desenvolvimento do país”, sublinhou.

Na ocasião, apelou as mulheres filiadas na organização, no sentido de engajarem-se, igualmente, na formação académica e profissional, elevando assim o seu nível de conhecimento para os desafios que se avizinham.

O Organização da Mulher Angolana, na Huíla, controla mais de 350 mil militantes. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA