Huambo: Saúde discute proposta de elaboração do plano de eliminação da malária

Frederico Juliana - Director Provincial da Saúde (Foto: Edilson Domingos)

Os membros do conselho consultivo da direcção da Saúde na província do Huambo começaram, segunda-feira, a analisar a proposta de elaboração do plano local para a pré-eliminação da malária (2016/2017), no quadro das políticas do Governo, assentes na melhoria das condições de vida e do bem-estar da população.

Durante a reunião, que conta com a presença do coordenador nacional adjunto do programa de combate à malária, Rafael Dimbo, foram apresentados os resultados da avaliação da situação da malária nesta região.

O director local da Saúde, Frederico João Carlos Juliana, disse, na abertura do 10º conselho consultivo, que encerra na quarta-feira, disse que a malária é problema sério de saúde pública no país, cuja erradicação exige o envolvimentos de todos os técnicos do sector, quanto à prevenção, diagnóstico, tratamento e sensibilização da população.

Explicou que o evento visa discutir e aprovar o plano de pré-eliminação da malária 2016/2017 e, posteriormente, traçar o plano de eliminação da doença 2019/2025, no quadro do plano nacional de desenvolvimento sanitário, que visa conferir maior dignidade aos cidadãos.

O combate à malária na província do Huambo, segundo Frederico João Carlos Juliana, tem sido um esforço muito grande nos últimos sete anos, estando, neste momento, a ostentar o título de melhor região do país quanto à eliminação da epidemia provocada pela picada do mosquito.

Fruto destes esforços, lembrou, em 2013 a província recebeu um certificado de mérito, atribuído pelo ministro da Saúde, José Viera Dias Van-Dúnem. O mesmo certificado, segundo o director da Saúde, surge depois das autoridades sanitárias locais terem reduzido 90 porcento dos casos de malária e 92 porcento de óbitos.

Ainda fruto deste esforço de combate à malária, Frederico João Carlos Juliana, disse que em a província do Huambo participou, em 2012, na conferência internacional de combate desta doença, decorrida nos Estados Unidos da América. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA