HRW denuncia 75 mortes em ações das forças etíopes nas últimas semanas

(AFP)

Pelo menos 75 pessoas morreram atingidas por tiros das forças de segurança etíopes nas manifestações das últimas semanas, acusou neste sábado a organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch (HRW).

“A polícia e as Forças Armadas abriram fogo contra as manifestações e mataram pelo menos 75 manifestantes. Muitos outros ficaram feridos, segundo os activistas”, afirma um comunicado da HRW.

O governo etíope não reagiu até o momento, mas havia divulgado um balanço oficial de cinco mortos.

Os protestos foram provocados pelo temor de expropriações na região de Oromia. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA