Governante reitera desejo de ver profissionais do sector cada vez mais responsáveis

Ministro José Luís de Matos (Esq) e-secretario de Estado Manuel da Conceição (Foto: Clemente Santos)

O ministro da Comunicação Social, José Luís de Matos, reiterou hoje, terça-feira, em Luanda, o desejo de que os profissionais do sector, com realce os jornalistas, se tornem cada vez mais responsáveis em prol da sociedade e reflictam os avanços do Executivo ao longo destes anos, sob liderança do Presidente José Eduardo dos Santos.

O governante reiterou o facto na cerimónia oficial da 9ª edição do Prémio Nacional de Jornalismo, decorrido no Centro de Produção da Televisão Pública de Angola (TPA), no Camama, com a participação do secretário de Estado da Comunicação Social, Manuel da Conceição, dos presidentes dos Conselhos de Administrações dos Órgãos Públicos, entre outros responsáveis.

Depois de desejar boas festas a todos, considerou ser sempre um prazer participar desta cerimónia.

Na ocasião, foram premiados nas categorias de fotojornalismo, o fotógrafo da Agência Angola Press (Angop), Rosário Fernandes dos Santos, e de imprensa, o jornalista António Ferreira Gonçalves “Aleluia”, do Jornal de Angola (JA).

Na categoria de Televisão, o prémio foi atribuido à jornalista Elsa de Fátima Cassueca, da TPA, e na de Rádio, o jornalista Osvaldo Mendonça da Paixão, da Emissora Provincial do Cuanza Norte da Rádio Nacional de Angola (RNA).

Cada vencedor recebeu um cheque no valor de três mil e quinhentos kwanzas.

O prémio nacional de jornalismo, 9ª edição, insere-se no âmbito dos 40 anos de independência.

No concurso, aberto a 31 de Agosto de 2015, participaram setenta candidatos, dos quais 68 homens e oito senhoras, num total de 105 trabalhos que o corpo de jurado recepcionou de diferentes províncias do país. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA