Expo-Indústria 2015: Aposta na capacitação de pequenos empresários gera riqueza para o país

Francisco Viana Presidente da associação dos Empressários de angola (Foto: Lucas Neto)

A aposta na capacitação de pequenos empresários e agricultores nacionais promove a agricultura familiar com qualidade e geração de riqueza para o país, por causa da valorização dos recursos humanos e naturais existente em Angola, afirmou nesta quinta-feira, em Luanda, o presidente da Associação dos Empresários de Luanda, Francisco Viana.

O empresário que falava à imprensa, a margem da 2ª edição da Expo-Indústria 2015, que decorre de 10 a 13 deste mês, nas instalações do Pólo de Desenvolvimento Industrial (PDI) de Viana, referiu que para começar a reforçar o desafio de formação da classe empresarial nacional a sua instituição entendeu, numa primeira fase, convocar os agentes do sector produtivo ao 1º congresso dos empresários de Luanda, em Março de 2016, para capacitá-los com conhecimentos científicos.

Segundo Francisco Viana, o encontro que irá anteceder a conferência do sector privado a nível nacional, programado para Novembro do próximo ano, vai servir igualmente para organizar os diversos sectores da economia nacional, assim como esclarecer e debater a situação da crise financeira e cambial, o apoio ao sector produtivo, a diversificação da economia e a substituição das importações.

Quanto a Expo-Indústria, o responsável considerou o evento de grande importância por demonstrar a possibilidade de Angola produzir bens e serviços com uma qualidade competitiva resultante de uma parceria entre o sector privado e público, criando condições para fazer mais e melhor.

Almejou que no próximo ano haja uma maior capacitação e sensibilização das empresas e dos empresários, visando o cumprimento dos deveres fiscais, responsabilidade social, laboral e ambiental.

Na sua óptica, é necessário que se cumpram com as orientações do Executivo angolano, no sentido de se implementar um plano de substituição das importações e se comprar mais aos produtores nacionais.

A concertação e a institucionalização de uma parceria estratégica entre o governo e o sector privado para o relançamento da economia nacional em 2016 foram também uma das posições defendidas pelo empresário.

Promovida pelo Ministério da Indústria, a ExpoIndústria 2015 conta com a participação de mais de 100 expositores ligados ao sector que, durante quatro dias, vão promover a diversificação da economia nacional e a industrialização do país.

A decorrer sob o lema “Indústria nacional motor da mudança”, o certame está decorrer numa área de mais de três mil metros quadrados.

Nesta sexta-feira está reservada a apresentação do Instituto Angolano de Acreditação (IAAC) e a continuação de debates no ciclo de conferências. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA