EUA: isenção de vistos suspensa para 38 países

(Sputnik/ Ekaterina Chesnokova)

Os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira (16) que irão modificar as regras para isenção de vistos para 38 países. O governo norte-americano vai adoptar medidas mais rígidas para 30 países europeus, e oito do Oriente Médio e da África, como Síria, Iraque, Sudão e Irão.

A partir de agora será exigida uma autorização prévia para viajantes daqueles países.

As mudanças ocorrem depois dos ataques terroristas em Paris, incidente que teve a participação de pessoas de nacionalidade francesa e belga – que foram recrutados pelo Daesh, também conhecido como Estado Islâmico.

Com a nova regra, os viajantes terão de passar por uma entrevista para obtenção de visto de entrada, por um funcionário do governo norte-americano e procedimentos de checagem como recolha de impressões digitais e apresentação de documento com fotos.

As medidas já eram esperadas e na semana passada a Câmara dos Deputados retirou a isenção de visto para os países. A Casa Branca havia enviado uma solicitação para que o Congresso revisasse a regra anterior, que anteriormente era mais flexível.

Mesmo antes dos atentados em Paris, o FBI – a agência de inteligência dos Estados Unidos, avaliou em Fevereiro deste ano que havia mais de 20 mil estrangeiros recrutados pelo Daesh, cerca de 20% — mais de 3 mil teriam viajado à região da Síria e do Iraque a partir de 2011, quando o grupo extremista começou a actuar mais fortemente.

Segundo o FBI há combatentes do grupo extremista de nacionalidade belga, francesa e inglesa, provenientes de países que faziam parte do programa de isenção de vistos, informou Agência Brasil. (SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA