Cuanza Norte: Inadec apela cidadãos a denunciarem especulação de preços

Estabelecimento Comercial (Foto: Vieira Aspirante)

O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec) no Cuanza Norte apelou, nesta quinta-feira, em Ndalatando, os cidadãos a denunciarem os comerciantes que praticarem preços especulativos ou comercializarem produtos com prazo de caducidade vencido durante a quadra festiva.

Em declarações à Angop, o responsável dos Serviços provinciais do Inadec no Cuanza Norte, Eugénio Panzo, instou os cidadãos a estarem atentos aos comerciantes que, ávidos pelo lucro fácil, procuram enveredar em práticas lesivas aos direitos do consumidor tendo em conta a época natalícia.

Reconheceu que tem sido habitual, nesta época do ano, alguns comerciantes desvirtuarem os princípios que regem a actividade comercial, como a venda de produtos com prazos vencidos e provocando alterações e subida de preços de alguns bens e serviços, aproveitando-se do aumento da procura, próprio da quadra festiva.

Advertiu que aos comerciantes reincidentes neste tipo de comportamento serão tomadas medidas, visando desencorajar este tipo de atitudes.

Eugénio Panzo manifestou preocupação com os comerciantes grossistas que colocam gatos nos armazéns para proteger as mercadorias armazenadas da acção dos roedores, dada a facilidade destes em transmitirem doenças aos humanos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA