Chefe de Estado angolano informado sobre relações de cooperação entre a Sonangol e a Total

Presidente da República, José Eduardo dos Santos (Foto: Francisco Miudo)

O estado das relações entre as empresas petrolíferas angolana, Sonangol e francesa Total, esteve no centro do diálogo durante a audiência que o Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, concedeu hoje, segunda–feira, no Palácio Presidencial, em Luanda, ao presidente director-geral desta firma petrolífera, Patrick Pouyanne.

Ao resumir a imprensa o que foi o resultado da conversa mantida com o Presidente angolano, Patrick Pouyanne explicou que a Total actualmente é a maior produtora de petróleo em Angola produzindo mais de 40 porcento da produção local.

Salientou que a Total tem vários projectos no domínio da exploração do petróleo e que o Executivo angolano aprovou novas medidas para incentivar o desenvolvimento de novas acções nesta área.

Segundo o responsável francês um dos projectos da sua companhia é estabelecer uma rede de venda de gasolina em Angola, através de uma parceria entre a Sonangol e actores privados angolanos.

Instado a pronunciar-se sobre a assinatura do acordo global em França sobre a protecção do meio ambiente no âmbito da redução do efeitos de estufa, Patrick Pouyanne frisou que sendo a Total uma empresa fornecedora de energia está a fazer pesquisas e investimentos para a redução do volume de poluição. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA