Centro de contra-espionagem da NATO em Varsóvia é invadido por ordem do ministro da Defesa polaco (vídeo)

(EURONEWS)

A polícia militar polaca fez uma incursão a um centro de contra espionagem afiliado da NATO, em Varsóvia, no que é visto como um acto de consolidação de poder do novo governo de direita.

O raide foi uma tentativa do ministro polaco da defesa, Antoni Macierewicz, para depor Krzystof Dusza, o diretor nomeado pelo governo de centro-direita anterior e que foi derrotado nas eleições de outubro.

“Não se faz isto desta forma, é preciso negociar internacionalmente. Tudo pode ser resolvido ordeiramente e não a meio da noite, forçando a entrada. Isto é um escândalo absoluto”, declarou o ex-ministro da defesa Tomasz Siemoniak.

Fonte oficial da NATO diz que o raide é assunto das autoridades polacas, acrescentando que o centro não estava ainda creditado pela organização. Contudo, a sua criação foi alvo de uma cerimónia formal de assinatura nos Estados Unidos em setembro. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA