“Cada cêntimo que pudermos arrancar ao PS é o que faremos”

Mariana Mortágua (DR)

Na TVI24, Mariana Mortágua explicou que o Bloco de Esquerda mantém os seus ideias apesar de ter assinado um acordo com o Partido Socialista.

“A Direita largou e abandonou o seu caráter social-democrata, os seus princípios de democracia cristã. E com isso a própria Direita abandonou o tal centro-direita, tornando-se um partido radical liberal”, começou por afirmar a bloquista, Mariana Mortágua, esta noite na TVI24.

A bloquista assegurou ainda que “a Direita radicalizou-se e isso provocou alterações na maneira como a política é vista hoje em dia”.

Ainda sobre o acordo à Esquerda entre o PS, Bloco de Esquerda e PCP, Mariana Mortágua explicou ainda que “houve vários momentos de abertura para o acordo. O que move o Bloco de Esquerda é uma sociedade não conseguia tolerar mais quatro anos de devastação porque a austeridade é sim uma opção sob o peso de continuar a massacrar a capacidade de reflexão crítica”.

“Somos contra os tratados orçamentais, não mudámos os nossos ideais por causa do acordo. Mas entendemos que a situação de emergência exige esta reposição de rendimentos e cada cêntimo que pudermos arrancar ao PS com base neste acordo é o que faremos porque estamos a defender o país”, rematou. (Noticias ao Minuto)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA