Bié: Índice de mortalidade por tuberculose diminui

Bié: Nelson Stover - Chefe de secção de grandes endemias da direcção provincial da saúde (Foto: Leonardo Castro)

O índice de mortalidade causado por tuberculose diminuiu consideravelmente nos últimos três meses na província do Bié, informou hoje, no Cuito, o chefe de secção de grandes endemias da direcção provincial da saúde, Nelson Stover.

Em declarações à Angop, o responsável sublinhou que durante o terceiro trimestre de 2015, as autoridades sanitárias da província registaram apenas 14 mortes, contra as 49 do período anterior.

Nelson Stover esclareceu que na mesma época, as autoridades sanitárias locais notificaram 520 novos casos de tuberculose, mais dois em comparação com período anterior.

Entre os casos notificados, segundo o chefe de secção de grandes endemias, 240 apresentaram o diagnóstico com “BK+” e 85 outros com tuberculose extra-pulmonar.

Na mesma fase, mais de 32 doentes abandonaram o tratamento por razões desconhecidas, oito recaídas, dois fracassos, 17 reaparecidos e 89 receberam alta por melhoria.

As municipalidades do Cuito, Camacupa, e Chitembo registaram a maior quantidade dos casos diagnosticados, com 144, 99 e 37, respectivamente.

Com vista a diminuir o problema, o sector da saúde em parceria com as autoridades tradicionais e igrejas, realizam palestras de sensibilização, no sentido de esclarecer os perigos e as formas de prevenção da enfermidade. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA