Africano masc: Libolo relaxado vence Ascut no Kilamba

Clube Recreativo e Desportivo do Libolo vs As Commune Urbaine Tamatave (Foto: Henri Celso)

Com triplo do extremo Carlos Morais a segundos do início, o Recreativo do Libolo jogou sábado relaxado na vitória sobre o Ascut, por 98-59, no seu segundo desafio na Taça Africana dos Clubes Campeões em basquetebol sénior masculino, que decorre no pavilhão do Kilamba.

O representante do Madagáscar ainda ripostou até onde deu chegando ao intervalo a perder por apenas 13 pontos de diferença (30-43), porém, fundamentalmente no segundo tempo, sucumbiu ao maior poderio dos campeões em título.

Para isso contribuiu é muito a eficácia do MVP do Afrobaskete de 2013 na Côte d’Ivoire, Carlos Morais, com 23 pontos convertidos em 23 minutos e dois segundos em campo. O segundo melhor marcador do conjunto foi justamente o seu irmão Bráulio Morais com 13 pontos em 17 minutos e quatro segundos na quadra.

Maher Rabarijoelina com 13 pontos em 19 minutos e Romule Razafimahasahy com 12 em 30 minutos e 31 segundos de tempo de jogo foram os destaques do Ascut do Madagáscar.

A vitória da formação do Cuanza Sul nunca esteve em causa. Na verdade, defrontou uma equipa com um basquetebol pouco evoluído se comparado ao praticado em Angola. Está ao nível, por exemplo, do Sporting de Benguela, das menos capazes “Bic-Basket”.

Marcou no primeiro tempo 30 pontos e no segundo mais 29 porque o Libolo limitou-se a jogar sem efectuar grande pressão defensiva e nem ofensiva, e só não chegou a chapa cem, como pediam os menos de mil espectadores presentes, porque acelerou e desacelerou ao longo de toda a partida em função da pontuação do adversário.

O Libolo fará o terceiro jogo desta fase inicial da competição segunda-feira com o Kano Pillars da Nigéria. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA