Afeganistão: um morto e pelo menos 31 feridos em atentado suicida

(EURONEWS)

Um atentado suicida na capital do Afeganistão, matou esta manhã uma pessoa e feriu pelo menos 31.

Um automóvel armadilhado explodiu perto do aeroporto de Cabul.

O atentado, reivindicado pelos talibãs, visava provavelmente uma comitiva de veículos da NATO.

O porta-voz da polícia de Cabul, Abdul Basir Moudjahid, informou que a explosão matou um civil. Segundo o ministério da Saúde do Afeganistão, citado pela cadeia de televisão afegã TOLO News, 31 pessoas ficaram feridas no ataque.

No hospital de Cabul, um dos feridos, Jan Maiwand, diz ter visto um adolescente morto no chão, depois da explosão:

“Estava à porta da minha loja quando de repente houve uma enorme explosão. Ficou tudo negro em redor e fui atingido com pedaços de metal. Eu estava a cerca de três metros da explosão. Vi um adolescente morto no chão. Foi terrível.”

Este atentado acontece na véspera da visita a Cabul de Raheel Sharif, o chefe de estado maior do exército do Paquistão, país que é visto como apoiante dos talibãs.

A visita prepara uma reunião em janeiro entre o general Sharif, o presidente afegão Ashraf Ghani e representantes da China e dos Estados Unidos, com o objetivo de relançar as negociações de paz com os talibãs, suspensas há vários meses.

A NATO mantém no Afeganistão 13 mil soldados, numa missão de formação. Estas forças internacionais são o alvo preferido dos talibãs desde a queda do regime em 2001.

Há uma semana, seis soldados americanos foram mortos num atentado suicida perto da base de Bagram, a norte de Cabul. (EURONEWS)

Por Nelson Pereira

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA