A MCB Equity Fund investe no gigante da robótica francesa

MCB 2015- Um prémio para o banco do ano. (Foto: D.R.)

O grupo MCB investiu, através da MCB Equity Fund, na Partnering Technologies, uma empresa francesa de robótica e impressão de elevada tecnologia gerida por Ramesh Caussy, o inventor mauriciano do Diya One, o robô purificador do ar que impressionou na COP21 em Paris. O início das vendas do Diya One está agendado para o primeiro trimestre de 2016 e o ministro francês da ecologia, do desenvolvimento sustentável e da energia já realizou uma encomenda.

O impressionante Diya One

O Diya One é o primeiro robô inteligente capaz de analisar e purificar o ar de espaços interiores. Foi uma das atracções principais da exposição “Soluções COP 21”. O Diya One foi apresentado nos expositores do Institut National de la Protection Industrielle (Instituto francês para a protecção industrial) e da multinacional francesa ENGIE. Ramesh Caussy também apresentou o seu projecto durante a “Noite das descobertas” dedicada à inovação.

O « R2-D2 das alterações climáticas »

O Diya One, denominado “R2-D2 das alterações climáticas” pelos meios de comunicação internacionais devido à sua semelhança com o mítico robô de Star Wars, é equipado com inteligência artificial. Desloca-se autonomamente de forma silenciosa, eliminando a poluição química e de partículas. Após a análise da composição do ar de espaços interiores através de sensores integrados, o robô Diya One purifica o ar com extrema precisão. O robô também apresenta outras funções, como a redução do consumo de energia e a gestão de pedidos de manutenção dos ocupantes.

O Diya One pode ser utilizado em museus, edifícios públicos, escolas e escritórios. As suas capacidades foram validadas oficialmente pelo Centre Scientifique et Technique du Bâtiment (Centro científico e técnico de edifícios) em França e é apoiado, actualmente, pelo programa SPARC da União Europeia dedicado à investigação e à inovação e que tem como objectivo fazer da Europa líder mundial no campo da robótica até 2020.

Um futuro prometedor

A MCB Equity Fund foi lançada em 2005 com um capital de 100 000 000 USD. O fundo de investimento, gerido pela MCB Capital Partners, subsidiária da MCB Capital Markets, fornece capital para expansão e aquisições para empresas com potencial de crescimento elevado. O seu envolvimento na Partnering Technologies é sensato, uma vez que o futuro da robótica é prometedor.  Durante muito tempo dominado pelas utilizações industriais e logísticas, o multibilionário mercado global de produtos de robótica começou a verificar uma mudança em direcção a um novo consumidor e a aplicações para escritório. De acordo com um relatório da Business Insider publicado em Maio de 2015, o mercado de consumo e empresarial de robôs estará avaliado, em 2019, em 1,5 mil milhões de dólares norte-americanos.

Melhoria do ambiente

O Diya One é a primeira solução robótica interactiva que purifica o ar de espaços interiores que é, muito frequentemente, degradado por poluentes microbianos e microbiológicos.  De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a má qualidade do ar é uma das principais causas de problemas respiratórios que podem provocar a morte. Na Europa e nos Estados Unidos da América, estão a ser introduzidas normas para garantir a existência de ar limpo em espaços públicos, incluindo escolas e escritórios. Enquanto pioneiro da purificação autónoma do ar, o Diya One será um sucesso.

Benefícios mútuos

Pierre Guy Noël, Director Executivo do Grupo MCB: “Aproveitámos a oportunidade de investir numa actividade jovem e inovadora, trabalhando num mercado prometedor e que demonstrou, através do Diya One, ter capacidade para melhorar as nossas vidas. É, também, uma oportunidade entusiasmante para nós no que diz respeito a apoiar o talento local, que está a demonstrar o «know-how» mauriciano ao mundo”.

Ramesh Caussy, Director Executivo da Partnering Technologies: “Não poderia imaginar o desenvolvimento internacional sem o envolvimento da Maurícia e assegurar que beneficiaria do meu contributo humilde. Já demos o primeiro passo com a entrada do grupo MCB, uma importante parte envolvida na Maurícia, no capital da Partnering Technologies.” (apo)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA