“A inveja não é boa conselheira”, diz Costa ao PSD

(Lusa)

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje ao PSD para aproveitar o período natalício e a pausa nos trabalhos parlamentares e abandonar a “inveja”, que não é boa conselheira, e que considera os sociais-democratas estão a sentir por “falta de amor”.

“Neste período natalício, convidava-o a aproveitar a interrupção nos trabalhos parlamentares para meditar no seguinte: Já registei que está invejoso, só não percebi da falta do amor de quem? Da falta de amor do PCP pelo PSD ou da falta de amor do PS pelo PSD? A inveja não é boa conselheira e é talvez bom tempo de arrepiar esse caminho”, disse António Costa.

No final do debate de preparação do Conselho Europeu, António Costa respondia, assim ao líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, que lhe tinha sugerido que se inspirasse no combate aos extremismos do Partido Socialista (PS) francês, aproximando-se de partidos pró-europeus, considerando que o Governo do PS está a fazer o contrário em Portugal.

“Inspire-se, porventura, senhor primeiro-ministro, naquilo que fizeram os socialistas franceses no passado fim de semana, quando se aproximaram mais de partidos pró-europeus para combater posições extremistas. Eu bem sei que em Portugal os socialistas se afastaram mais dos partidos pró-europeus e estão mais próximos de partidos extremistas”, declarou Luís Montenegro.

Dirigindo-se a António Costa, o líder parlamentar do PSD acrescentou: “Creio que há uma palavra que o senhor primeiro-ministro tem de dar, e esta é a ocasião. Pode acenar com a cabeça, senhor primeiro-ministro, a matéria é mesmo importante também para o posicionamento do Governo, do PS e de Portugal”. (Noticiasaominuto)

por Lusa

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA