Zaire: Construção da ponte cais no Nzeto vai dinamizar actividade das pescas

JEREMIAS TIMÓTEO, ADMINISTRADOR MUNICIPAL DO NZETO (Foto: Pedro Moniz Vidal)
JEREMIAS TIMÓTEO, ADMINISTRADOR MUNICIPAL DO NZETO (Foto: Pedro Moniz Vidal)
JEREMIAS TIMÓTEO, ADMINISTRADOR MUNICIPAL DO NZETO (Foto: Pedro Moniz Vidal)

O administrador municipal do Nzeto, província do Zaire, Jeremias Timóteo, admitiu hoje, terça-feira, que a conclusão, nos próximos tempos, das obras de construção da ponte cais vai dinamizar a actividade pesqueira na região.

Em declarações à Angop, o responsável disse que este empreendimento ajudará a descarga de produtos pesqueiros com maior facilidade e comodidade, longe dos actuais constrangimentos vividos pelos pescadores artesanais locais.

Jeremias Timóteo disse haver interesse de empresários do ramo em investirem no município, lembrando que a costa marítima do Nzeto é bastante rica em pescado, com destaque para mariscos.

“Brevemente vão surgir aqui empresas de grande porte que poderão impulsionar a actividade pesqueira no município”, reiterou.

Informou que o sector controla actualmente 80 pescadores artesanais na localidade, que exercem a sua actividade com meios rudimentares, situação que espera ver revertida nos próximos tempos, no âmbito da política de apoio à pesca artesanal levada a cabo pelo sector de tutela.

A ponte cais do Nzeto, cuja primeira pedra para a sua construção foi lançada em Maio último pela ministra das Pescas, Vitória de Barros Neto, terá 150 metros de comprimento, uma passadeira com oito metros de largura e uma área de trabalho de 16/22 metros.

A infra-estrutura comportará ainda um rebaixamento na área frontal de um metro e 20 centímetros para possibilitar a atracagem das pequenas e médias embarcações de pesca. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA