Vice-governador exorta empreendedores a investirem no Cuanza Sul

Cuanza Sul- Vice governador Franklim Fortunato da Silva (Foto: inácio Sabino)
Cuanza Sul- Vice governador Franklim Fortunato da Silva (Foto: inácio Sabino)
Cuanza Sul- Vice governador Franklim Fortunato da Silva (Foto: inácio Sabino)

O vice-governador provincial do Cuanza Sul para o sector económico, Franklin da Silva, exortou em Benguela os empreendedores a investirem naquela localidade, visto que as potencialidades económicas da sua região são uma soberana oportunidade para os jovens que quiserem apostar em qualquer um dos municípios.

Franklin da Silva, que falava no IV fórum de auto-emprego e empreendedorismo que decorreu de 30 a 31 de Outubro, em Benguela, disse que a província do Cuanza Sul propõe aos jovens empreendedores e empresários negócios para a agricultura polivalente e agropecuária.

Fez saber que a província conta com o projecto “Aldeia Nova”, situado na bacia leiteira do Cuanza sul, e assume-se como um potencial no abastecimento de mercadorias ao nível regional com fiadeiras agro-industrial.

Segundo ainda o responsável, na sua província há condições para a instalação de qualquer projecto, por haver condições energéticas, recursos humanos, fomento da diminuição das importações, água e vias de comunicação para o escoamento dos produtos do campo para a cidade e vice-versa.

O vice-governador referiu que muitos clusters estão a nascer na província para vários domínios da vida sócio-económica da região, como agro-pecuária, a indústria moageira, leiteira, entre outros.

“O cluster hoteleiro constituído pelos serviços de restauração, turismo de sol, ecológico, cultural, de seguimento, de natureza e de aventura, além do sector de transporte e distribuição, assumem-se como uma grande valia para província”, deu a conhcer.

Com uma área de 55 mil e 660 quilómetros quadrados, o Cuanza Sul é habitado por 610 mil pessoas que na sua maioria dedica-se à agricultura, pesca e pastorícia. Dista a 208 de Benguela e a 328 de Luanda, por via terrestre. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA