Uíge: Dom Emílio exorta fiéis a assumir seu verdadeiro papel

Bispo Dom Emílio Sumbelelo (Foto: Angop/Arquivo)
Bispo Dom Emílio Sumbelelo (Foto: Angop/Arquivo)
Bispo Dom Emílio Sumbelelo (Foto: Angop/Arquivo)

O Bispo da Diocese do Uíge, Dom Emílio Sumbelelo, exortou, hoje, domingo, no município do Dange Quitexe, os fiéis da Igreja Católica a assumirem o seu verdadeiro papel ao serviço de evangelho de Cristo, com vista a contribuir para o resgate das almas perdidas.

O prelado fez esse apelo durante a homilia da celebração dos 40 anos de existência da juventude Católica a nível nacional, surgida em 1975, ano da proclamação de Independência de Angola.

Dom Emílio Sumbelelo afirmou que a melhor forma de servir a Cristo é aplicação prática de tudo quanto tem a ver com a confissão religiosa, que traduz as evidências da sua missão na terra, para que cada seguidor da palavra possa vir ter em conta o propósito de Deus.

Em tudo aquilo que deve ser feito, cada cristão tem um dever de comemorar o Domingo de Cristo Rei, para que se conheça e que se conceba de forma inclusiva o testemunho de paz, zelosa e credível das proclamações espirituais dele.

Dom Emílio sublinhou aspectos como secularismo, relativismo e responsabilidades carnais, sendo os principais elementos que concorrem para o fracasso do evangelho de Cristo, adiantando que a única resposta para tais domínios é forte na palavra, para que cada um venha a vencer os desafios do futuro.

Segundo ele, se alguém quer ser um verdadeiro evangelista, tem como requisitos a perseverança, humildade, amor, devoção piedosa, caridade, maturidade espiritual, persistência, aplicação prática dos objectivos de Deus, bem como outras possibilidades para a salvação aos homens.

Por sua vez, o presidente diocesano da juventude Católica no Uíge, Garcia Marcelino, disse que o evento que hoje se comemora, deve-se ao tributo que Jesus Cristo assumiu em dar-se à humanidade, sendo um dos principais sinais que revelam a firmeza de salvação do homem, segundo a vontade de Deus.

O regente da juventude cristã disse que cada seguidor da palavra deve ter em conta que a misericórdia de Cristo em Deus é a fonte de sabedoria, de descoberta de novos valores espirituais, para que se garanta o fim do sacrifício do mundo, cada vez Deus olhe para as vidas humanas em todas as vertentes.

“Todo jovem Católico é convidado a viver a festa de misericórdia em todos os domínios espirituais com o seu irmão na fé, no local de trabalho, no campo secular, na família e em qualquer ambiente onde quer que seja. Isto, só ajuda-nos a alcançar os destinos primados por Jesus”.

A administradora municipal do Dange Quitexe, Maria Odete Ferreira Pinto, ao agradecer o gesto disse que a Igreja sendo o parceiro directo do Governo, continuará criar acções voluntárias e filantrópicas, que deverão contribuir cada vez mais na pacificação dos espíritos dos cidadãos, bem como na educação espiritual e religiosa. (portalangop.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA