UE aprova fundo de 1,8 biliões de euros para África enfrentar crise migratória

UE aprova fundo de 1,8 bilhão de euros para África enfrentar crise migratória (Foto: Filippo Monteforte/AFP)
UE aprova fundo de 1,8 bilhão de euros para África enfrentar crise migratória (Foto: Filippo Monteforte/AFP)
UE aprova fundo de 1,8 biliões de euros para África enfrentar crise migratória (Foto: Filippo Monteforte/AFP)

A União Europeia (UE) anunciou nesta quinta-feira em La Valeta um fundo de ajuda de 1,8 biliões de euros para tentar conter a crise migratória, e convidou seus 28 Estados membros a contribuir para dobrar esta cifra.

Mas, por ora, os Estados membros só se comprometeram a repassar um total de 78 milhões de euros adicionais à quantia dada pela UE, segundo cifras da Comissão Europeia.

Este fundo “fiduciário de emergência” tem como objectivo lutar “contra as causas profundas da migração irregular na África”, afirmou o presidente do executivo comunitário, Jean-Claude Juncker.

Este novo instrumento deve permitir financiar o plano de acção que países africanos e europeus prevêem adoptar em uma cúpula que teve início na véspera, em Malta.

“Para que o fundo fiduciário para a África e nossa respostas sejam concretas, quero ver mais Estados membros dando sua contribuição para alinhar-se com a soma de 1,8 bilião desbloqueada pela UE”, podendo alcançar assim um total de 3,6 biliões, insistiu Juncker.

Segunda Comissão, 25 Estados membros da UE, assim como Noruega e Suíça, já anunciaram contribuições de um total de 78,2 milhões de euros, muito longe da quantia fixada como objectivo. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA