Turista russa sofre ataque com ácido na Índia

Manifestação em Nova Délhi contra os ataques com ácido contra mulheres (AFP)
Manifestação em Nova Délhi contra os ataques com ácido contra mulheres (AFP)
Manifestação em Nova Délhi contra os ataques com ácido contra mulheres (AFP)

Uma turista russa de 23 anos sofreu graves queimaduras nesta sexta-feira depois de ser atacada com ácido enquanto dormia, na cidade indiana de Varanasi.

Darya Yurieva, que estava há quatro meses na Índia, teve de ser hospitalizada.

A polícia do Estado de Uttar Pradesh suspeita que foi o filho do proprietário do local em que se hospedava que a atacou.

“Ele jogou uma garrafa de ácido enquanto ela dormia”, afirmou chefe da polícia Daljeet Chaudhary.

Várias turistas estrangeiras têm sido vítimas de agressões nos últimos tempos na Índia.

Em Setembro, uma turista americana acusou dois homens de estupro em Djaramsala, no norte do país.

Em Fevereiro, uma japonesa acusou seu guia turístico de tê-la drogado e estuprado em Jaipur (norte).

A violência contra as mulheres aumenta na Índia, onde, em 2014 foram registados 132.000 casos de agressões sexuais, segundo estatísticas oficiais.

Mais de 300 ataques com ácido ocorrera no ano passado, segundo a imprensa. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA