Tomada de reféns no hotel Radisson de Bamako: 18 corpos encontrados e não há mais reféns

(Foto de HABIBOU KOUYATE/AFP)
(Foto de HABIBOU KOUYATE/AFP)
(Foto de HABIBOU KOUYATE/AFP)

Os corpos de 18 pessoas foram encontradas no hotel Radisson de Bamako, cenário de uma tomada de reféns na sexta-feira. Não há mais sequestrados no local, segundo fontes estrangeiras e malianas.

“Dezoito corpos foram encontrados no hotel”, disse à AFP uma fonte de segurança estrangeira que pediu anonimato.

Segundo essa fonte, as forças especiais francesas vindas do Burkina Faso participaram da operação no hotel junto com os malianos.

O grupo que atacou o hotel não tem mais reféns em seu poder, informou o ministro maliano da Segurança Interior, o coronel Salif Traoré.

Dois agressores morreram, de acordo com uma fonte dos serviços de segurança maliana.

Entre as vítimas há um belga, anunciou o Parlamento da comunidade francófona da Bélgica, onde trabalhava.

Segundo o ministério da Segurança Interna na sexta-feira, cerca de 80 pessoas  que se encontravam no hotel foram libertadas.

Entre elas, 45 malianos, 15 franceses, dois marfinenses, quatro turcos, quatro argelinos e quatro chineses. Também há dois espanhóis, um russo, um alemão, um senegalês e um canadiano.

Segundo o grupo proprietário do hotel, cerca de 170 pessoas encontravam-se no hotel antes do ataque. (afp.com)

DEIXE UMA RESPOSTA