Sonangol e italiana ENI reforçam parceria operacional

Sede da Sonangol E.P. na baixa da cidade de Luanda, capital angolana (Foto: Angop)
Sede da Sonangol E.P. na baixa da cidade de Luanda, capital angolana (Foto: Angop)
Sede da Sonangol E.P. na baixa da cidade de Luanda, capital angolana (Foto: Angop)

A parceria estratégica e operacional entre a Sonangol e a petrolífera italiana ENI está mais reforçada desde quarta-feira (04), como resultado de um acordo rubricado em Roma, na Itália, entre ambas companhias.

O entendimento “consubstancia o esforço e empenho da concessionária nacional em trabalhar para a melhoria permanente da atractividade no desenvolvimento da indústria petrolífera angolana”, refere a Sonangol numa nota a que a Angop teve acesso hoje, quinta-feira.

O documento informa que o acordo foi rubricado pelo presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Francisco de Lemos Maria, e pelo homólogo da ENI, Cláudio Descalzi.

A reunião serviu para abordar também a questão do gás natural, com a confirmação do compromisso de se prosseguir com as actividades de valorização do gás doméstico.

Trata-se de produtos (gás natural e doméstico) a serem produzidos por ambas empresas, em parceria, visando a promoção do acesso à energia e o apoio à economia.

Para o efeito, a Sonangol e a ENI deverão concluir, nos próximos meses, a avaliação de projectos de desenvolvimento de campos de gás, na Bacia do Congo, destinados a geração de energia eléctrica no país e estimados num potencial de até 1,5 GW (Gigawatt).

Segundo a nota, o encontro consolidou a relação das duas empresas que vão colaborar no desenvolvimento da refinaria do Lobito, no âmbito da intenção de Angola em se tornar independente no aprovisionamento de gás e petróleo. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA