Secretário-geral do MPLA inteira-se de obras sociais em Saurimo

Dino Matross-Secretário geral do MPLA (Foto: ANGOP/ARQ)
Dino Matross-Secretário geral do MPLA (Foto: ANGOP/ARQ)
Dino Matross-Secretário geral do MPLA (Foto: ANGOP/ARQ)

O secretário-geral do MPLA, Julião Mateus Paulo “Dino Matrosse”, inteirou-se hoje, segunda-feira, sobre o andamento dos projectos de impacto social no município de Saurimo, na província da Lunda Sul.

Acompanhado pela primeira secretaria provincial do MPLA, Cândida Narciso, Dino Matrosse visitou projectos como o futuro estádio nacional de 25 mil lugares, piscina olímpica, maternidade provincial, Vila Sagrada Esperança.

No final da visita, o dirigente político referiu que o município de Saurimo encontra-se no bom caminho, visto que estão a ser construídas novas infra-estruturas.

Solicitou mais empenho das autoridades administrativas para que os projectos em curso tenham o seu percurso normal, apesar dos fracos recursos financeiros disponíveis.

O político apelou ainda a classe empresarial a participar no processo de desenvolvimento da província, criando novas políticas de investimentos, para que possam contribuir na diversificação da economia e na criação de postos de emprego.

Por outro lado, o político manifestou-se satisfeito com o crescimento contínuo do MPLA na província da Lunda Sul, fruto do processo de sensibilização e mobilização de novos militantes.

Dino Matrosse garantiu que o MPLA continua a trabalhar para o combate à fome e à pobreza, assim como na melhoraria das condições de vida da população, através da construção de escolas, hospitais, estradas, habitação, entre outras, iniciativas.

Apelou aos militantes do partido para redobrarem esforços, no sentido de enquadrarem, cada vez mais, cidadãos nas estruturas do MPLA.

O secretário-geral do MPLA encontra-se na província da Lunda Sul desde sexta-feira, para avaliar o funcionamento das estruturas intermédias e de base do partido na região.

No fim-de-semana, o político trabalhou nos municípios de Cacolo e Muconda. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA