Rússia diz que Airbus 321 se partiu no ar (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

A autoridade de aviação russa concluiu que o Airbus 321, que se despenhou este sábado, no Egito, se terá partido no ar. Uma conclusão tirada a partir do facto de haver fragmentos do aparelho espalhados por uma vasta área, cerca de 20 quilómetros quadrados. Ainda assim, Moscovo acrescenta que é cedo para tirar conclusões sobre o acidente aéreo.

O presidente egípcio mostra-se ainda mais relutante em tirar quaisquer conclusões:

“Sabemos que, em casos como este, é importante deixarmos esse tipo de questões para os peritos e não falarmos sobre as suas causas, porque vamos precisar de muito tempo para apurá-las.

Há questões complicadas e que precisam de técnicas avançadas que demoram meses. Não devemos antecipar os acontecimentos porque isso diminui a nossa credibilidade”, afirmou Abdel Fattah al-Sisi.

Especialistas internacionais começaram, este domingo, a investigação na Península de Sinai, no Egito, enquanto as equipas de resgate ampliaram as buscas para encontrar os desaparecidos.

(Euronews)
(Euronews)

No Cairo, à porta da embaixada russa, várias pessoas depositam flores para homenagear as 224 pessoas que morreram na tragédia.

“As condolências do povo egípcio para com o russo é o mínimo que os primeiros consideram necessário, tendo em consideração a forte relação, que existe entre ambos, há vários anos. São maioritariamente turistas russos que escolhem o Egito como primeiro destino de férias”, adianta o correspondente da euronews no Cairo, Mohammed Shaikhibrahim. (euronews.com)

por Nara Madeira | com REUTERS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA