Rússia: A bordo do A321 explodiu bomba artesanal

Aleksandr Bortnikov (DR)
Aleksandr Bortnikov (DR)
Aleksandr Bortnikov (DR)

Segundo o chefe do Serviço Federal de Segurança russo, Aleksandr Bortnikov, a bordo do A321 detonou um engenho explosivo de fabrico caseiro com uma potência de 1kg de TNT.

O exame dos bens pessoais e destroços do avião mostrou vestígios de um explosivo de fabrico estrangeiro a bordo do A321, disse Bortnikov.

O presidente russo Vladimir Putin disse que a tragédia do A321 é um dos crimes mais sangrentos.

“O assassínio dos nossos cidadãos no Sinai está entre os crimes mais sangrentos, tendo em conta o número de vítimas. Não enxugaremos as lágrimas da nossa alma e do nosso coração. Isso ficará connosco para sempre. Mas isso não nos impedirá de encontrar e castigar os criminosos”, disse Putin na reunião sobre os resultados da investigação da queda do A321.

Putin também disse que os ataques da Força Aeroespacial russa contra os terroristas devem não somente continuar, mas ainda se intensificar.

“As acções da nossa aviação militar devem não apenas continuar, mas ser reforçadas de tal modo que os criminosos percebam que a desforra é inevitável”, destacou Putin.

O presidente russo avisou contra a ajuda aos que são culpados da tragédia no Sinai.

“Todos que tentarão prestar apoio aos criminosos devem saber que as consequências de tais tentativas de tão encobrimento serão da sua responsabilidade. Peço todos os nossos serviços especiais focar nestes trabalhos”, afirmou Putin. (sputniknews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA