Recital de “poesia e Kisanji”, dia 19, com José Luís Mendonça e Amilkar Feria Flores no Centro Cultural Português

José Luís Mendonça (Foto: Valentino Yequenha)
José Luís Mendonça (Foto: Valentino Yequenha)
José Luís Mendonça
(Foto: Valentino Yequenha)

No dia 19 de Novembro (5ª feira),  pelas 18H30  o CAMÕES/CENTRO CULTURAL PORTUGUÊS  (Av. de Portugal nº 50), no âmbito das actividades alusivas às comemorações dos 40 ANOS DE ANGOLA vai acolher o  Recital POESIA E KISANJI.
Participarão no referido RECITAL o Poeta angolano, José Luís Mendonça, vencedor do Prémio Nacional Cultura e Artes 2015, na vertente literatura, e o Poeta Cubano Amilkar Feria Flores, Professor da Escola Superior de Artes.

O Tocador de kisanji, Makuma Mambu interpretará algumas peças de música tradicional angolana.

JOSÉ LUÍS MENDONÇA

Nascido em 1955 no Golungo Alto, licenciado em Direito, é jornalista, escritor e poeta por excelência. Foi no Musseque do Cazenga, onde viveu a infância e a juventude, que se inspirou para fazer os seus primeiros poemas. Segundo o Prof.

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

Francisco Soares “é dos nomes relevados ao longo dos anos 80 na poesia angolana, que se destaca pela vitalidade, rigor e continuidade da produção”. Entre as obras de poesia publicadas, citam-se: “A Chuva Novembrina” (Prémio Sagrada Esperança em 1981), “Gíria de Cacimbo” (1987) e “Respirar as Mãos na Pedra” (Prémio Sonangol 1988).

José Luís Mendonça actualmente, dirige e edita o quinzenário “Cultura – Jornal Angolano de Artes e Letras”.

AMILKAR FERIA FLORES

Nasceu em Havana. Licenciou-se em Ciências Pedagógicas pela Universidade Enrique José Varona. Frequentou os Cursos de Antropologia Cultural e Produção Simbólica. Desde 2008, é Professor de Desenho na Universidade de Artes de Cuba e na  Academia de Belas Artes de San Alejandro em Havana. Actualmente, é Professor no Instituto Superior de Artes em Luanda. Conta no seu percurso com múltiplas exposições no domínio das artes plásticas, gráficas e audiovisuais.

 

(Centro Cultural Português)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA