Presidente Jacob Zuma na festa dos 40 anos da independência nacional

Presidente da África do Sul ,Jacob Zuma (Foto: Angop/Arq)
Presidente da África do Sul ,Jacob Zuma (Foto: Angop/Arq)
Presidente da África do Sul ,Jacob Zuma (Foto: Angop/Arq)

O Presidente da República da África do Sul, Jacob Zuma, chegou na manhã de hoje (quarta-feira), à cidade de Luanda, onde vai participar nas festividades alusivas ao 11 de Novembro, data em que os angolanos celebram o dia da Independência Nacional, cujo acto central se celebra no Memorial António Agostinho Neto.

No complexo presidencial do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o estadista foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores, Georges Chicoti, ladeado do titular da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Pitra Neto, o embaixador sul-africano em exercício, Lucas Mukuena, diplomatas e altos funcionários da diplomacia angolana.

O Presidente da África do Sul, país com o qual Angola mantém excelentes relações de cooperação em diversos domínios, foi o primeiro Chefe de Estado a desembarcar na capital do país hoje, 11 de Novembro, dia em que de assinala a festa dos 40 anos da independência de Angola com a presença de várias entidades estrangeiras convidadas para o evento.

Entretanto, para esta manhã de quarta-feira, espera-se ainda a chegada à cidade de Luanda dos representantes oficiais da República Democrática do Congo (RDC), Namíbia, Botswana, Gabão e outras individualidades políticas convidadas para referida efeméride.

Com o mesmo objectivo, encontram-se já no país os Chefes de Estado de Moçambique, Filipe Nyusi, Guiné-Bissau, José Mário Vaz, Congo, Denis Sassou Nguesso, e São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa.

Encontram ainda no pais o Secretário Executivo da CPLP, Murade Isaac Murargy, o antigo Presidente de Moçambique, Joaquim Alberto Chissano, o primeiro-ministro do Mali, Modibo Kieta, representantes do Brasil, Cabo Verde, Ghana, entre outros países.

A independência de Angola foi proclamada, à meia-noite, do dia 11 de Novembro de 1975, por António Agostinho Neto, primeiro Presidente da então República Popular de Angola. Para participar no acto central das comemorações dos 40 anos da independência nacional, a assinalados hoje, são esperados 100 convidados VIP, entre Chefes de Estado e de governos ou seus representantes. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA