Presidente da Zâmbia felicita Angola pelos 40 anos de independência

Presidente da Zâmbia, Edgar Lungu (Foto: Antonio Escrivao/Arquivo)
Presidente da Zâmbia, Edgar Lungu (Foto: Antonio Escrivao/Arquivo)
Presidente da Zâmbia, Edgar Lungu (Foto: Antonio Escrivao/Arquivo)

O Presidente da República da Zâmbia, Edgar Changwa Lungu, endereçou hoje (terça-feira) uma mensagem de felicitações, ao povo angolano, pelos 40 anos de independência nacional, que se assinalam a 11 de Novembro, quarta-feira.

É portador da missiva o ministro da Justiça daquele países, Ngosa Simbyakula, que chegou nesta terça-feira a Luanda, para representar o estadista zambiano na cerimónia comemorativa do 11 de Novembro.

Em declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o ministro demonstrou o desejo de ver as relações entre os dois países reforçadas e incrementadas para o bem-estar dos dois povos “irmãos e vizinhos”.

O ministro da Justiça elogiou ainda a forma positiva como o MPLA tem governado Angola, trabalhado na reconstrução do país e nos programas e projectos de combate à pobreza, para elevar os padrões de vida dos angolanos.

Com o governante zambiano chegou igualmente, a Luanda, Kambarage Kaunda, filho do antigo Presidente Keneth Kaunda, que manifestou a sua satisfação por poder representá-lo na festa da independência, que, o seu país apoiou ao acolher os nacionalistas angolanos que lutaram pela sua conquista.

Kambarage Kaunda quis transmitir a satisfação e o orgulho do antigo Chefe de Estado de ver que Angola e a Zâmbia continuam a desenvolver relações bilaterais de cooperação positiva.

O presidente Keneth Kaunda, convidado pelo Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, estará ausente da festa do dia 11 por motivos de saúde.

O enviado do Presidente Edgar Lungu recebeu cumprimentos de boas-vindas da embaixadora do seu país acreditada em Angola, Barbara Chilangwa, e da embaixadora de Angola, Balbina Dias da Silva, diplomatas e altos funcionários do Ministério das Relações Exteriores.

Angola e a Zâmbia mantêm excelentes relações de cooperação no quadro bilateral, a nível da SADC, e no âmbito outras organizações internacionais que integram nos domínios político-diplomático, da defesa e segurança, transportes, educação, saúde, e geologia e minas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA